Os primeiros dias de Pompéia.

Enquanto a chuva e o descaso do governo Berlusconi destroem Pompéia na Itália, aqui em New York ela está sendo cercada de mil atenções. O mega-espaço do Discovery-Times Square acaba de abrir suas portas para “Pompeii The Exhibit: Life and Death in the Shadow of Vesuvius”. Claro que nada substitui uma uma visita à verdadeira Pompéia (apesar do abandono em que se encontra). Mas, para aproveitar os recursos da tecnologia e vivenciar um pouco do que aconteceu naquele longínquo 24 de agosto de 79, nada como essa exposição – que deverá ficar em cartaz até 5 de setembro.

 

Como todo mundo se lembra, Pompéia foi destruída instantaneamente por um nuvem de cinzas e gases e um rio de lava do vizinho Vesúvio. Dos 25.000 habitantes, não sobrou ninguém pra contar a história. E a cidade, quer dizer, a ex-cidade caiu no esquecimento durante 16 séculos. Quando redescoberta (no século XVIII), os arqueólogos encontraram os restos mortais de 1.100 pessoas. E, com o tempo, descobriram-se ainda mais corpos carbonizados, não só em Pompéia como também em Herculano (que foi destruída no mesmo dia).

 

Além de mostrar moldes de inúmeros corpos (todos com a inevitável expressão de terror no rosto), a exposição faz uso de outros recursos tecnológicos para estressar a experiência do visitante: o vulcão “ruge”, o chão vibra e uma porta dupla se abre para um grupo de pessoas vivendo (melhor dizer, morrendo) seu momento final…

 

Para não dizer que seja só tragédia, a exposição reúne também 250 objetos (muitos deles exibidos pela primeira vez) além de touch screen kiosks onde você pode expandir sua pesquisa sobre a cidade. Ah, sim, uma informação importante: parte da bilheteria será usada para restaurar a verdadeira Pompéia.

 

Então é isso: quem estiver na região da Times Square, é só escavar um pouco pra descobrir esse (por mais triste que seja) tesouro da humanidade.

Compartilhar com:
Comentários
  • Adorei a idéia, embora a reconstituição de pessoas me deixe um pouco perturbada – tinha um lance assim no Vasa Museum em Estocolmo e morri de medo!

    13 de março, 2011
  • oba! vai dar tempo de ver durante a VnV2011 😉

    13 de março, 2011
  • Que super bacana… Eu adorei a Pompeia de verdade e uma exposição desse tipo deve ser um complemento muito interessante.
    bjs

    13 de março, 2011
  • Opa, entrou na lista já!

    13 de março, 2011
  • Mais um programa imperdível para a nossa VnVNY2011. Muito legal, Marcie.

    13 de março, 2011
  • Estive lá em 2009… realmente está tudo muito largado, mas quase não rpestei atenção nisso. A energia do local é realmente incrível. Tem cheiro de história! Cheiro que só coisa de 2000 anos de idade tem!

    Estou conhecendo seu blog hoje! Muito Bom!

    Parabéns!

    22 de março, 2011
    • Obrigada pela visita, e volte sempre para abrir o bico! 😉

      23 de março, 2011

Deixe um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.