Istambul: sem palavras.

Dinliyorum é uma célebre poesia turca, composta em 1966 pelo poeta Orhan Veli Kanik.  Uma tradução muito, muito livre da primeira estrofe seria:

Estou escutando Istanbul com os olhos fechados.
Primeiro de tudo, sopra uma brisa ligeira
E as folhas da árvores
flutuam docemente.
Lá fora, mais ao longe,
os sinos dos carregadores de água
soam incessantemente.
Estou escutando Istanbul, com os olhos fechados.

Por que coloquei essa poesia aqui? A resposta pode não ser criativa, mas é porque Istambul deixa a gente literalmente sem palavras.

Compartilhar com:
Comentários
  • Lindos versos e lindas fotos, estou começando a me apaixonar por Istambul!
    beijos

    13 de novembro, 2010
    • Vá correndo, é o que eu digo!

      13 de novembro, 2010
  • oi marcie! deve ser um sonho mesmo! lindas fotos!!! bjs, querida!

    13 de novembro, 2010
  • Idem, idem: lindas fotos, lindos versos. E como já disse antes, este encantamento vindo de você adiciona alguns pontos à expectativa! 🙂

    Beijos!

    13 de novembro, 2010
  • Voltei com suas fotos e sua poesia a Istambul. Lindo post.
    Também sai de lá encantada e, com lágrimas nos olhos.
    Beijos!

    13 de novembro, 2010
  • Quantas cores, delicadeza de arquitetura e, claro, belas fotos.

    13 de novembro, 2010
  • Que lindo, Marcie!
    Então quer dizer que ficou de bico aberto com Istambul? 🙂

    13 de novembro, 2010
  • Fotos lindas! Parabéns! Istambul tá na minha lista de próximas há tempos, mas não consigo seguir minha própria lista e muita cidade espertinha corta caminho! Uma hora chega a vez dela. Um beijo

    13 de novembro, 2010
  • Lindo poema, lindas fotos!
    A das colunas em tom laranja é uma das minhas prediletas…

    13 de novembro, 2010
  • Querida, que sensibilidade a sua ao escolher essa poesia…….consegui visilualizar Istambul de olhos fechados.
    Estou aguardando os posts sobre as outras cidades visitadas por vcs nessa viagem.
    Beijos.

    13 de novembro, 2010
  • Lindas fotos, Marcie! Istambul é mesmo inesquecível, porque afeta profundamente todos os nossos sentidos, não é? E a entrada no Mercado das Especiarias é a maior prova disso…

    14 de novembro, 2010
  • Demais!! A gente só imagina, mas com fotos lindas assim, fica mais real o sonho. 🙂

    14 de novembro, 2010
  • Aiiiiii mostra mais, mostra mais! 😉

    16 de novembro, 2010
    • 😆 quando eu conseguir acabar de editar, eu coloco no flickr.
      Obrigada pela visita, e volte sempre para abrir o bico.

      16 de novembro, 2010
  • uau! que fotos lindaaaas, queridona. e que sonho!

    21 de novembro, 2010
  • Ai, Istambul… com esses versos e fotos, então… dá uma saudade apertada! Ô lugar apaixonante…

    25 de novembro, 2010

Deixe um Comentário