Grand Business Station.

Já faz alguns  anos que a Grand Central Station decidiu embarcar numa sofistication trip. Mercado chic, wine shop, livraria, gift shops, etc – tudo de muito bom nível. As lojinhas tipo camelô acabaram dando lugar para uma Magnolia Bakery, Pylones ou Papyrus da vida.

Já estava bastante bom, mas parece que a diretoria desse que é um dos maiores landmarks da cidade ainda quer ir além. Cada vez que vence o leasing de algum cantinho, não basta o infeliz inquilino tentar renová-lo, mesmo que ele esteja disposto a pagar mais. A direção exige que ele participe da concorrência com dezenas de outros interessados. E sem nenhuma regalia por ter ocupado a moita durante, let’s say, 20 ou 30 anos…

Na verdade, o objetivo da Grand Central Station é fazer o público esquecer que se trata de uma estação. Como assim? Exatamente assim: ela quer ser um mall onde, por coincidência, passam alguns trens. Por isso estão apostando no re-styling do local. O mesmo processo de upgrade pelo qual já passaram outros landmarks (Bloomingdale’s, anyone?).

Voltando pra Grand Central, duas notícias fresquinhas (uma delas já antecipada aqui no blog). A primeira: a direção acaba de recusar a maioria dos 300 comerciantes que “aplicaram” para a famosa feirinha de natal. Motivo: lack of sofistication. A segunda: semana que vem, o mesmo board decide se a Apple vai realmente passar a fazer parte do pedaço. Sabem em qual local? O balcão que dá vista para o átrio central.

É sofisticação que não acaba mais. E, a continuar nesse ritmo, daqui a pouco eles começam a comercializar as plataformas – e os commuters que turn themselves…

Compartilhar com:
Comentários
  • Eu pensava que a Loja da Apple até já tinha sido inaugurada…

    Entendo que eles queiram dar um upgrade no comércio local, mas não é facil para o estabelecimento que já estava décadas no local mesmo apresentando um plano de melhoria e pagando mais sofrer com a concorrência sem nenhuma vantagem.. Enfim.. Nào vai demorar muito para a estação ser transferida de lugar e tudo virar um grande Mall

    21 de julho, 2011
  • Complicado. Mas que é, definitivamente, um dos prédios mais lindos de NY na minha opinião, isso é. Tomara que não “enfeie” com tanta comercialização…

    22 de julho, 2011
  • Tomara que não exagerem.

    22 de julho, 2011
  • Achei a Grand Station belíssima e acho um barato este mix de estação com restaurantes e mercado no mesmo local.
    Que mantenham equilíbrio, sem excessos.

    22 de julho, 2011
  • Ou eu estou bem maluca e sonhei que postei um comentário neste post, ou ele foi engolido pelo post!!
    Eu espero que não tirem o Mercado e outros lugarzinhos pra tomar café-da-manhã (ou coisa que o valha!). Sou vidrada nesta estação!

    25 de julho, 2011

Deixe um Comentário