A New York da Dri Miller.

Pro JFK você voou. E de lá pro hotel, como é que você vai: taxi, limo, shuttle ou metrô?

Metrô! Mas acho que mais por puro costume do que praticidade… Já saio do avião procurando as placas indicando o caminho pros transportes públicos!

E a pior experiência que já tive em NY foi tentar alugar um carro no aeroporto e chegar até a 58th com a 5th! Acho que demorou umas 3 horas….

OK, você chegou ao hotel, desfez as malas, e já está na rua: qual é a primeira coisa que você faz?

Procurar a Deli da vizinhança! Não tem coisa melhor do que uma autêntica Deli Novaiorquina! Assim já faço reconhecimento de território pois sei que grande parte das refeições serão por ali. Sempre uma boa opção pra comer bem sem gastar muito tempo nem dinheiro.

Deu fome. Você entra em qualquer lugar ou tem um ou mais restaurantes favoritos?

Entro em qualquer lugar! Se tiver alguma data especial, alguma comemoração ou estiver muito a fim de conhecer determinado restaurante, faço reservas com antecedência; mas no geral, numa cidade tão diversificada como Nova Iorque acho um crime ficar indo sempre aos mesmo restaurantes que todo mundo!

Acho Nova Iorque uma daquelas cidade que tem tanto de tudo que é impossível escolher “o melhor” de qualquer coisa, então prefiro desbravar novas possibilidades, esperimentar bairros, culinárias e redes que nunca tinha ouvido falar antes.

Além do roteiro de compras, de que outras maneiras você vive a cidade? Broadway, museus, passeios, cinemas?

Evito o roteiro de compras a todo custo!

Com tantas opções culturais na cidade, prefiro gastar meu dinheiro “vivendo” Nova Iorque, fazendo as coisas que são únicas na cidade.

Além disso, talvez por morar em Londres, não acho que NY oferece nada de novo em relação a compras, e mesmo com uma certa diferença de cambio, não acho que seja vantajoso o suficiente trocar horas no MOMA por horas nas lojas da 5ª Avenida, por exemplo.

Meu programa preferido é justamente não fazer nada, caminhar sem rumo pela cidade, parar pra tomar café numa Deli, entrar numa lojinha na esquina, admirar os prédios.

Qual é a área da cidade que você mais gosta e por quê?

Times Square!

Ao mesmo tempo que é a parte mais louca e mais caótica da cidade, é também a área que mais tem cara de NY, a mais reconhecível e única!

Luzes de neon, cruzamentos loucos e billboards existem em vários lugares do mundo, mas nunca como a Times Square!

Só sinto que estou em Nova Iorque depois de passar por lá!

Outlet é out ou ainda é in? Qual?

Nunca fui a nenhum…

Que conselho você daria para um brasileiro que ainda não conhece New York (se é que existe algum!).

Evite fazer oque todo mundo já fez!

Nova Iorque tem TANTA coisa legal pra fazer, pra conhecer, pra comer, pra assistir, pra fazer, pra viver! Arrisque um pouco e descubra qual a sua NY.

Ao voltar pra casa, o que você sente que está levando de NY? Além do excesso de peso, é claro.

Que conheci o mundo!

Nenhuma cidade é tão reconhecível e familiar no mundo quanto NY. São tantos filmes, livros, seriados que é impossível não se sentir em casa por lá.

Então NY tem aquela sensação única de centro do universo, uma ilha-umbigo que pode oferecer tudo que mundo tem de melhor (e pior!) em poucos quilometros quadrados!

Compartilhar com:
Comentários
  • Adoro o blog da Dri, ela sempre arrasa!

    E existe sim brasileiros que ainda não conhecem NY. Não por falta de vontade, mas por falta de oportunidade e dinheiro. Compartilho a visão da Dri. Mesmo que NY seja um sonho de consumo para nós brasileiros, que estamos mil anos luz atrasados no quesito compras (o que torna tudo novidade), eu gosto de viver o lugar. Comer bem, passear, visitar museus, parques, andar pela rua. Dificilmente gasto meu dinheiro fazendo compras, isso aí eu deixo pro freeshop 😛

    28 de fevereiro, 2011
    • Olá, Carol!
      Uma das vantagens de ter convidados super “in” no blog é conhecer novas pessoas. Bem vinda, obrigada pela visita.
      Espero que logo, logo você venha conhecer NY.
      Volte sempre para abrir o bico! 😉

      1 de março, 2011
  • PS: Quando eu disse que existe sim brasileiros que não conhecem NY, me referi a mim. 😛

    28 de fevereiro, 2011
  • Olá Marcie e Adriana
    Reconheço-me imenso nestas respostas. Gostei de ler.
    A sensação de trazer o mundo dentro de mim quando venho de NY é única. E ainda bem que dura.
    Está quase a fazer um ano que aí estive e sinto a mesma sensação de alegria quando penso nesses diazinhos tão bons (até o sol esteve de feição, estiveram uns dias lindos).

    1 de março, 2011
  • So true!! NYC parece conhecida de infância 🙂 Que bo que logo, logo vou revê-la 🙂

    1 de março, 2011
  • Outlet é totalmente in, voce não foi???
    Não sabe o que perdeu!!!!!!

    17 de março, 2011
    • O que seria do amarelo se todos gostassem do verde, não é? 😉

      23 de março, 2011

Deixe um Comentário